MAIS DE 70% DOS FUNCIONÁRIOS COMPARTILHAM DADOS CONFIDENCIAIS DE EMPRESAS

Mais de 70% dos funcionários compartilham dados confidenciais de empresas

Conforme apontou pesquisa realizada pela Veritas Technologies, mais de 70% dos funcionários no mundo admitiram compartilhar dados empresariais confidenciais em plataformas de mensagens instantâneas e ferramentas de colaboração profissional.

Conforme o relatório, nos Estados Unidos 58% das pessoas ouvidas afirmaram que estão salvando suas próprias cópias das informações da empresa, compartilhadas por meio de mensagens instantâneas, sendo que, apenas 51% dos entrevistados afirmaram que excluem totalmente essas informações.

Esse dado alarmante piora consideravelmente quando olhamos para o cenário doméstico. No Brasil, 84% dos entrevistados admitiram compartilhar dados confidenciais, sendo que apenas 52% mencionaram excluir totalmente as informações.

Os dados confidenciais mais compartilhados por funcionários brasileiros nesses canais incluem informações sobre o cliente (23%), detalhes sobre questões de RH (22%), contratos (21%), planos de negócio (15%) e até resultados de testes de COVID-19 (21%). Menos de um terço dos funcionários sugeriram que não haviam compartilhado informações que pudessem comprometer a empresa.

Apesar de utilizarem estas ferramentas para fechar negócios, processar pedidos e concordar com aumentos e ajustes no pagamento, a maioria acredita que não há um registro formal da negociação, sendo que, no Brasil, apenas 67% acreditam que as empresas estão salvando estas informações.

A pesquisa revelou um cenário preocupante, porém, não se pode afirmar que ele não era conhecido. A maioria das empresas, seja no Brasil ou no exterior, têm consciência de que seus colaboradores utilizam aplicativos de mensagens para negociarem contratos e resolver demandas de seus clientes de maneira ágil e descomplicada.

Na realidade, com o surgimento destas plataformas, muitas empresas aderiram quase que automaticamente à tecnologia, sem ter se preocupado com as graves consequências de não realizar um “controle” sobre as informações que estão sendo compartilhadas entre seus clientes e colaboradores.

A esmagadora maioria das empresas sequer esteve preocupada com a necessidade de orientar seus colaboradores de como receber, armazenar e tratar adequadamente estas informações.

Em relação à proteção e privacidade de dados este cenário representa um desastre anunciado. Aplicativos de mensagens instantâneas gozam de cerca de 92% de confiança dos usuários, gerando um aumento significativo de informações compartilhadas por estas ferramentas.

Como solucionar este problema?

A solução para esta realidade apontada pela pesquisa não é simples, porém, necessária.

Algumas medidas como a padronização das ferramentas de mensagens instantâneas, a criação de uma política de compartilhamento de informações aliada a uma política de privacidade e à capacitação de todos os funcionários da empresa irão minimizar os riscos de vazamentos de dados, protegendo os processos de tratamento de dados realizados pela empresa.

Para solucionar esta problemática, a iSecure oferece aos seus clientes consultoria “ponta-a-ponta”, mediante a implantação de soluções administrativas e tecnológicas para monitorar o comportamento de seus colaboradores, mitigando os riscos de acesso e compartilhamentos não autorizados dos dados armazenados pela sua empresa.

Contando com um software capaz de:

Isso é apenas um dos módulos disponíveis no software da iSecure, existem diversas outras funcionalidades que protegem sua empresa nos mais variados casos que possam te colocar em risco perante a LGPD.

Fale com nossos consultores e se adeque 100% na Lei Geral de Proteção de Dados.

Informação

Compartilhe: